quarta-feira, 18 de maio de 2016

Messy

Sempre venho aqui quando me perco de mim mesma, na ideia de que me achar talvez seja a escolha mais sensata a se fazer. Ultimamente me distraio pra não sentir, não sentir angústia, não sentir a pressão, não sentir que a vida passa cada dia mais rápido e sem a gente se dar conta já estamos vivendo o futuro. Meu eu atual não se orgulharia do meu antigo eu, mas sinto falta da pureza e inocência que ele transmitia, do jeito de encarar as coisas e de como tudo fazia um pouco mais de sentido, pelo menos acreditava nisso. 
De ve em quando só queria espremer meu coração pra sair todo esse sentimento ruim, pra ele se encher de novo de ar puro.
A gente vive tentando largar os vícios da vida, ora tentando adquirir uns melhorzinhos, pra no final morrer com ambos. 

5 comentários:

  1. Oi minha flor
    Crie novas metas isso sempre me anima tente sempre pelo menos atingir algumas.
    Não desista nem se sinta pra baixo

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, não vamos desistir e nem desanimar. Obrigada linda!

      Excluir
  2. A gente sabe que todo mundo vai morrer cedo ou tarde, é por isso que temos que viver ao máximo e fazer tudo o que temos vontade enquanto temos a chance. Não se permita sair desse mundo sem deixar sua marca!
    A ignorância é uma benção mesmo, às vezes eu queria poder ter meus 16 anos de novo, quando minhas preocupações eram mais bobas.
    Mas infelizmente crescemos e mudamos. O que importa é tirar algum aprendizado de tudo o que vivemos, seja isso bom ou ruim. É isso que vai nos fazer pessoas melhores.
    Não tente se reconectar a sua antiga você. Invente uma nova!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E, sem querer escrever um textão, mas já escrevendo... Eu vejo vídeos meus criança, toda espontânea e sem esse timidez que o bullying me trouxe e eu penso no que fazer para voltar a ser aquela pessoa. Me pego pensando que aquela é a verdadeira eu, minha verdadeira essência. Mas hoje já sei da verdade. Eu não sou mais aquela pessoa. Tudo o que eu passei me mudou, e isso não é necessariamente ruim. Voltar a ser aquela pessoa (se existisse essa possibilidade), jogaria fora todo o meu trajeto, toda a minha experiência e tudo o que eu aprendi no meio no caminho.
      Estou começando a descobrir a atual eu.

      Excluir
  3. Vivemos num mundo onde as mudanças são repentinas e temos que aprender a lidarcom as novas situações, sejam boas ou ruins, por isso as vezes queremos tanto voltar no passado. Obrigada florzinha pelo apoio!

    ResponderExcluir